13°C 29°C
Jales, SP
Publicidade

'Vovó' apaixonada pela PM ganha festa temática e surpresa de 67 anos: 'Amo muito a autoridade'

Antônia Rodrigues comemorou os 67 anos vestindo uma farda personalizada com o nome dela em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Apaixonada pela corporação, ela 'bate continência' ao ver um policial desde que era criança.

22/06/2024 às 15h29 Atualizada em 22/06/2024 às 15h33
Por: Redação FocoNews Fonte: G1
Compartilhe:
Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Uma idosa 'apaixonada' pela Polícia Militar ganhou uma festa surpresa com o tema da corporação para celebrar os 67 anos em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Ao g1, Antônia Rodrigues contou que 'bate continência' sempre que vê um agente, como foi ensinada pelo pai ainda na infância. "Amo muito a minha polícia, amo muito a autoridade", disse ela.

Segundo a mulher, o amor pela PM surgiu quando ela ainda era criança, em Vitória da Conquista (BA), onde nasceu. A baiana cresceu ouvindo o pai contar histórias sobre a bravura do avô dela, que era delegado regional em Poções (BA), cidade vizinha.

Apesar do aniversário dela ser em 12 de junho, foi no último domingo (16) que a idosa chorou de emoção ao se deparar com a festa planejada pela família no bairro Jardim Suarão, em Itanhaém (SP). Com direito a tapete vermelho, ela se encantou ao vestir a farda personalizada com o próprio nome e por cantar os parabéns com dois amigos PMs. “Amo muito a minha polícia, amo muito a autoridade. Sou apaixonada por eles com todo o meu respeito, todo o meu carinho de mãe, de irmã, de amiga", disse Antônia.

Continua após a publicidade

História de garra

A paixão de Antônia pela PM está diretamente ligada à história de vida dela, que foi encarregada de muitas responsabilidades desde cedo. Ainda na Bahia, ela se casou aos 14 anos e de forma 'arranjada' com um homem, com quem teve oito filhos. Analfabeta, Antônia se mudou com a família para Peruíbe (SP) aos 26 anos, mas se separou e logo passou a viver em Itanhaém (SP). Enquanto lutava para sustentar os filhos com o trabalho em um bar, ela levava os ensinamentos do pai para onde quer que fosse.

Com as histórias sobre o avô, que era da Polícia Civil, e a admiração pela PM, a idosa criou o hábito de orar pelos policiais. Ela contou que, inclusive, dá 'puxões de orelha' quando vê um deles com a cabeça para fora da viatura, preocupada com os possíveis riscos à integridade física do agente.

"Já nasci assim, com esse amor, com essa paixão, e eu amo [...] Onde eu via um policial, saudava com continência. Aprendi de seis anos para sete anos, e pela graça e o amor de Jesus Cristo, continuo assim e sou apaixonada [pela corporação]", disse a idosa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Jales, SP
13°
Tempo nublado

Mín. 13° Máx. 29°

13° Sensação
1.25km/h Vento
96% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h57 Nascer do sol
05h58 Pôr do sol
Ter 30° 13°
Qua 32° 15°
Qui 32° 16°
Sex 34° 17°
Sáb 34° 17°
Atualizado às 07h03
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,47 +0,66%
Euro
R$ 5,96 +0,58%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,46%
Bitcoin
R$ 363,370,05 +8,90%
Ibovespa
128,813,05 pts -0.07%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Anúncio
Publicidade